Cheiradores de rolha

Minha mãe me criou pra ser uma mulher fina, sofisticada e elegante. Eu até desempenho bem esse papel em publico (quando necessário) e passo no teste de fineza (se um dia for testada).

Mas confesso que tenho muito bode de gente metida a sofisticada e entendida de tudo. Tem coisa mais chata do que gente que entende de vinho numa festa descontraída entre amigos? Você lá, querendo tomar a bebida da alegria e, de repente, tem uma pessoa ali cheirando a rolha, bochechando e verificando se a taça é adequada para aquele tipo de vinho? Da muita vontade de dizer: não faça isso, meu querido. Não deixe chato o ato de beber e ficar alegre. Deixe de frescura e vire logo esse copo pra ver se você relaxa e fica mais divertido! A taça ta ruim? Então pega aqui esse copo de plástico e come ali aquele torresminho.

Eu aguento tudo nessa vida, menos gente que teoriza a diversão!

 

 

Anúncios