Sonho estranho

Dia desses sonhei que estava saindo da padaria com a bolsa cheia de troco de balinhas, aí um ladrão pegou a bolsa, e saiu pedalando um velocipede. Eu corri atrás dele feito uma louca.

Quando ele parou num sinal, eu cheguei perto e disse:

–  Ô moço, minhas balas. Se eu chegar sem esse troco minha mãe vai me matar.

Ele me jogou um olhar piedoso e falou:

–       Pois é, a minha também. Desculpe!

E saiu correndo desengonçadamente naquele velocípede.

É….sonhos e mães são coisas, realmente, muito malucas e difíceis de entender mesmo.

Anúncios