direto da balada

Lancharam, deram uma volta no shopping e se despediram.

– E aí, bee, quer ir pra balada com a gente?

– Não. To super pobre e morrendo de preguiça. Esse frio me dá desânimo pra me montar.

– Acho que nem vou também, viu? Bateu um sono.

– Sei, sei! Depois me conta.

– Tá bom! Amanhã a gente se fala.

Ela subiu, colocou o pijamão, se embrulhou nas cobertas, se jogou nos seriados e cochilou com a tv ligada.

Um barulho entrou no sonho, estava distante. Depois começou a ficar mais perto e real. Minutos depois ela se tocou que era o celular apitando pra dizer que mensagens chegavam enlouquecidamente. Era ele…na balada.

Mensagem 1 – Faça uma crônica sobre cc vencido na balada gay. Pq isso? Rexona é tão baratinho.

Mensagem 2 – Me explica o fundamento de fones gigantescos na balada? kkkkk A música fica ruim e você dá play no seu ipod?

Mensagem 3 – Ipod? É mp3 mesmo. kkkkk

Mensagem 4- Mando mensagem pras amigas na balada…como é esquisito mandar sms da balada.

E assim foram chegando mensagens até a mais grave.

– Trilha sonora do momento…Legião Urbana!!!!! Eu mereço???? Mandar sms na balada não é um atitude fina. Beijo, vou me jogar nos cafuçus.

E ela ficou ali, rindo e achando maravilhoso receber noticias fresquinhas da noite gay paulistana. Mas uma coisa perturbava sua mente: Como, em pleno 2012, ainda toca Legião Urbana, minha gente? Por que isso? É algum teste pra ver que resiste mais tempo na balada? Quem resistir e continuar, ganha algum brinde?Desconto na consumação?

E com essas questões em mente, teve que ver mais dois episódios de Seinfeld pra conseguir dormir novamente. Certas coisas são, realmente, complicadas de se entender.

Anúncios