Sobre o feriado

 

A gente vem pra São Paulo cheio de alegria, entusiasmo e vontade de cair na farra e beber o mundo num só gole. Mas aí a realidade bate na porta e você se vê num sábado pré feriado, com uma cerveja na mão, em frente a um computador, escrevendo crônicas sobre a vida alheia e desenhando coisas aleatórias. Não que eu não ache tudo isso muito bom, mas…precisava ser num feriado? Cadê as festas? Cadê os cafuçus? E, principalmente, cadê meus 20 anos pra eu ter pique pra tudo isso?

É, meus amigos, a idade chega para todos!

Anúncios